Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

cduriotinto



Quarta-feira, 17.09.14

O ANO ESCOLAR COMEÇA MAL EM GONDOMAR TAMBÉM POR RESPONSABILIDADE DA MAIORIA PS DA CÂMARA

NOTA DE IMPRENSA:


Afinal a Câmara de Gondomar não honrou os seus compromissos e sucessivas promessas. Nem as iniciais, quando a 5 de Julho alardeou que conseguiria que o investimento de 367 mil euros na obra de remoção do amianto da cobertura de 11 escolas primárias e 4 infantários criaria condições para que tudo estivesse pronto no inicio do ano escolar. Nem a segunda determinação a 4 de Setembro, quando publicitou que devido a “burocracias”, apenas 3 das escolas iriam ser intervencionadas a tempo de ficar prontas para o início de aulas.
Ainda na reunião da Assembleia Municipal, a 8 de Setembro, instado pela CDU a responder a dúvidas sobre o calendário do programa completo de remoção e as condições em que decorrerá (iniciado que está o ano letivo), o sr. Presidente respondeu que tudo estava a ser feito e nessas três escolas tudo estaria pronto a tempo e horas.

Infelizmente tal não acontece e, apesar de pressões de variado tipo, as aulas nas Escolas EB/JI da Boucinha em Rio Tinto, a EB de Montezelo em Fânzeres e a  EB de Cimo de Vila, em Melres não arrancaram no dia 15, como deviam, para grande preocupação dos Pais e Educadores.
Mas não só. A Câmara é também responsável pela situação calamitosa em que se encontram os acessos à EB1 de S. Caetano e EB 2,3 de Rio Tinto (Monte da Burra). As obras iniciadas há pouco tempo para resolver problemas de infraestruturas a par das chuvas que têm caído, transformaram as entradas para as escolas em grandes lamaçais, o que sobretudo no primeiro caso, com crianças muito pequenas, complica bastante a situação. De visita ao local, verificamos que existem várias caixas de águas pluviais com total falta de segurança, sem as respetivas tampas, situação que coloca em risco a integridade física de toda a comunidade educativa.
Não está em causa para a CDU, evidentemente, a necessidade das obras. O que está em causa é, como noutras situações (AECs, fornecimento de refeições, etc.)  incapacidade de planificação bem como a autosuficiência e a dificuldade de ouvir e atender a outras opiniões, por parte da maioria que governa a Câmara de Gondomar.
Quando, em consequência da política de direita do governo PSD/CDS  há hoje, ainda, milhares de professores e de assistentes técnicos em falta nas escolas – faltas também dispersamente sentidas nas escolas de Gondomar, designadamente nas equipas para alunos com necessidades especiais, é fundamental a luta por uma Escola Pública, gratuita, de qualidade e para todos!
A CDU estará como sempre ao lado das populações e dos trabalhadores do sector educativo.


Pela CDU Gondomar - 17 Set / 2014

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cduriotinto às 17:35



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




adermacchado