Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cduriotinto



Sábado, 21.05.11

ABERTURA DA CAMPANHA ELEITORAL NO PORTO

Teve início hoje no Porto a Campanha Eleitoral da CDU para as Eleições Legislativas que se realizarão em 5 de Junho.

Estiveram presentes mais de cinco mil pessoas, que percorreram várias artérias da cidade, desde a Cordoaria até à Ribeira, onde se realizou o comício de abertura.

 

A Marcha era encabeçada por todos os candidatos da CDU pelo Distrito do Porto e contou também com a presença de Jerónimo de Sousa.

Acompanhados pela Orquestra Ligeira de São Pedro da Cova que juntamente com as cores de centenas de bandeiras da CDU contagiaram de alegria os milhares acompanhantes e de muita gente que assistia nos passeios e até das varandas, onde se podiam ver adereços da CDU e palavras de apoio que se juntaram às palavras de ordem vinda do seio da Marcha com por exemplo «o FMI não manda aqui».

 

O Largo do Cais – que fica ladeado pela beleza do rio Douro e tem como pano de fundo a centenária ponte D. Luís – foi o local escolhido para ouvir os intervenientes das forças que compõem a Coligação Democrática Unitária, acabou por se tornar pequeno face à presença de tanta gente.

Intervieram Rui Sá, vereador da CDU na Câmara do Porto, Corregedor da Fonseca pela ID, José Luís Ferreira pelo PEV, Honório Novo, 1.º Candidato da lista e a encerrar falou Jerónimo de Sousa.

Os candidatos do PCP, do PEV e da ID foram unânimes nas criticas à intervenção do FMI,  e demonstraram estar confiantes que o povo português saberá dar uma resposta à intervenção externa que irá trazer mais dificuldades ao povo e naturalmente àqueles que mais têm sofrido com as politicas do governo do Partido Socialista e que teve desde sempre o apoio do PSD dos sucessivos PECs e do próprio OE 2011... assim como do CDS, que tem optado por posições meramente de estratégia...

Foi demonstrativo de que é possível o povo português optar por uma alternativa patriótica e de esquerda que resgate a independência e a soberania nacional e garanta um futuro com direitos e dignidade.

A meio da Marcha, em declarações à imprensa, o Secretário-Geral do PCP explicou como havendo convergência no apoio ao pacote de medidas imposto pela «troika» da Comissão Europeia, BCE e FMI, deixará de haver possibilidade de se manter a alternância entre o PS e a direita no poder, como nos últimos 35 anos, salientando que desta forma abrem-se fortes perspectivas para o reforço na única força política que apresenta um programa alternativo que valorize os trabalhadores, o povo e a capacidade produtiva do País.

A jornada terminou – foi ouvido  e cantado o Hino Nacional – com grande confiança de que a CDU irá alcançar uma votação de acordo com o que tem sido a sua luta perante as maldades e atrocidades que têm sido feitas à maioria do povo português e a Portugal.

 

CDU – Rio Tinto
Maio 2011

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cduriotinto às 21:36


1 comentário

De Anónimo a 15.06.2011 às 14:52

Então e os resultados das eleições?

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




adermacchado