Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

cduriotinto



Segunda-feira, 11.08.08

SITUAÇÃO CAÓTICA NO DEPARTAMENTO DE AMBIENTE DA CÂMARA DE GONDOMAR

1. A confirmar o marasmo que tem caracterizado a acção da maioria “Valentim Loureiro” na Câmara de Gondomar, no mandato autárquico em curso os gondomarenses têm assistido a uma gestão incompetente do Pelouro do Ambiente, com consequências negativas na qualidade dos serviços prestados à população e nas condições de trabalho dos funcionários da recolha do lixo.

2. Os gondomarenses começaram por ser penalizados, há cerca de dois anos, quando a Câmara de Gondomar acabou com a recolha do lixo ao Sábado e ao Domingo, sendo ainda hoje visíveis os efeitos dessa má medida: quem circula pelo concelho aos fins-de-semana depara-se com a imagem degradante e terceiro-mundista de contentores a abarrotar, lixos acumulados na via pública, etc., etc.

3. Não fazendo investimentos na frota praticamente desde 1997, ano em que a CDU deixou o Pelouro do Ambiente, a maioria “Valentim Loureiro” é a única responsável por as viaturas para a recolha do lixo estarem a “cair de podres”, havendo alturas em que mais de metade da frota está parada, por avarias que demoram semanas a reparar. A “solução” encontrada para a falta de renovação da frota de viaturas tem passado pela utilização de carros de caixa aberta na recolha do lixo que, não sendo aceites nem tendo condições técnicas para descarregar nas instalações de tratamento da LIPOR, o despejam a céu aberto no Parque da Cal, onde, por vezes, fica amontoado durante vários dias, como as fotografias em anexo documentam. Esta prática é contrária às regras de funcionamento de um serviço de recolha do lixo moderno e eficiente e força os trabalhadores a exporem-se a situações de risco que põem em causa a sua saúde.

4. Como se não bastasse, chegou-se a um ponto em que alguns funcionários são obrigados a ficar no Parque da Cal, ou em casa, à espera que terminem alguns giros de recolha do lixo para que haja viaturas disponíveis, sujeitando-se a entrar ao serviço às horas que calha. Estas situações, que sucedem cada vez com maior frequência, atacam o direito dos trabalhadores da autarquia em conhecerem, atempadamente, o respectivo horário de trabalho e estão a contribuir para a degradação acelerada do serviço que é prestado à população, quando é certo que os gondomarenses continuam a pagar mensalmente uma pesada tarifa de recolha de RSU.

5. A CDU de Gondomar condena esta política de desinvestimento num sector municipal fundamental para o bem-estar da população e da saúde pública e tem proposto, reiteradamente, que os orçamentos municipais contemplem verbas adequadas à urgente renovação da frota de viaturas para a recolha do lixo. Lamentavelmente, a maioria “Valentim Loureiro” prefere enterrar a cabeça na areia a dar razão aos avisos e propostas que os eleitos da CDU têm feito na Assembleia Municipal de Gondomar, mas também nas Assembleias de Freguesia em que esta força política está representada.


11  Agosto 2008
CDU/Gondomar

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cduriotinto às 18:28



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




adermacchado